Publicado em

Amor é um encontro

Amor é encontro entre almas, corpos e estragos, espera desse momento, constancia da vontade de sentir esse encontro, amor é contrario a razão, explora emoção, esse encontro que aguardo, o momento, suspeito que a pessoa amada foi encontrada da minha parte, mas ele precida ir a esse encontro do amor para me descobrir, eu o espero se tiver que ser nessa vida que seja, se não teria que lhe descobrir de novo na próxima e aguardar você me amar como sempre te amei desde primeiro dia, agora e sempre…. 

Sei que o momento se perdeu, por hora, eu aguardo outro silenciosa e cada vez tendo a certeza que não posso amar outro, se eu te  amo fora da minha razão, apenas ando contrariando a emoção pra não transbordar… espero que dia saiba, que meu ex brotando na vida e os homens outros eram tentativas pra esquecer vc, só serviram para confirmar que não consigo amar ninguém porque aguardo momento do encontro de amar você, de sentir tudo aquilo que sentir no primeiro momento que me tocou ao te conhecer.

 A constancia que se mantinha aquela sensação de estar em sua presença, nem distancia de corpos apaga porque temos uma conexão que atravessa o aparelho e atinge a alma, fatal para mim, talvez para você normal, pois pouco se dispos, eu entendo, as vezes nem eu consigo ir de encontro ao amor, muito mais comodo negar, assim não corro risco em falhar com você e perder total o sentindo da existência do amor… Se isso acontecer não suportaria só teria consolo na próximas vidas, será sempre aqla batalha de novo pra te reencontrar… Mtas coisa da vida aceitaria perder, mas você espero ganhar, perder parece fora do meu alcance pensar minha existência sem você, então me acomodo ao seu lado como amiga que está sempre ali na conexão do celular, escrevendo últimas palavras antes de você dormir, e as primeiras talvez ao você acordar… 

Essa conexão que tenho de você, negar o que sinto mas fácil que o confronto, mtas vzs me desconcerto e tento dizer, mas vc não ler por entre minhas palavras a verdade do coração. Meu erro seria não conseguir sair do amor platônico, e como eu sairia falando igual tagarela? Será que acreditaria ou iria rir pensando ser brincadeira, será que eu sustentaria as palavras ou me esconderia na brincadeira das palavras ditas, será que sustentaria dizer que te amo em ações cotidianas? Será que meu amor não sobreviveria da mesma forma sem passar pelo teste? O teste já não seria viver essa realidade contraria a minha razão? Não tenho certeza se provar ou concretizar irá manter constancia do que sinto, só sei que constancia se mantém, as vezes queria você aqui próximo mas as vezes quero apenas ler suas palavras e lhe escrever as minhas… Hoje é um desses dias…

Meu qrido E…. de Encontro com o AMOR:

 Aguardo nosso encontro apenas não sei a data, não sei local, não sei se irá acontecer, nessa vida ou talvez você precise do tempo da próxima vida, ou talvez você não deseja ir a encontro nenhum… Assim permaneço da mesma forma que a última vez que você me encontrou, te amando, querendo ouvir retorno da sua voz no “Eu te amo” ecoar na alma e na voz:

Alma dela deslizava

Olhe para dentro de sua mente
Olhe para dentro do seu coração
Não existe lugar melhor para se brincar!  

Anúncios

Sobre Lilinha Overdose

Aqui posso ser tudo que sou, sem me preocupar com opiniões de conhecidos até pq não qro nenhum deles por aqui, to cansada de gente que só quer xeretar a vida dos outros para falar mal depois, aqui não preciso de nenhum curtir de amigos e sim escrever tudo que quero anonimamente. Lilinha Overdose é apenas overdose da minha vida essa vontade de morrer e viver ao mesmo tempo, não uso drogas a não ser chocolate, coca-cola e um cigarrinho de vez em quando para desestressar rsrsr.... Mas que a vida é uma droga viciante ela é, e a vontade de ter uma overdose dela a cada dia, isso não posso negar. Espero não falar com o computador sozinha muito tempo, a gente tem sempre esperança de que alguem leia nossas palavras e que não fique só entre eu essa tela ofuscante do notebook hehe. Meu nome não é nada que derive de Lilinha embora confesse que é um apelido de um namoradinho de infancia mas só ele me chamava assim não pegou muito naquela época então resolvi assumir essa nova "velha" identidade, porque meu apelido na net tá mto manjado e batido e deixo ele pra aqueles que em rede social chamamos de "amigos". Desejo nesse espaço ser antissocial como os conhecidos e amigos parente em fim porque os estranhos são muito mais interessante até se conhece-los de fato.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s