Sino sinistro

image O sino da igreja toca é meia noite, chuva de granizo forte, o barulhinho no quarto de Lilinha é estrondoso, sonolenta Lilinha se deita, ainda com o flash do rapaz que cruzou em seu caminho, sentiu um arrepio perto dele, era só um momento mas sentia como  se já o conhecesse… image Quem sabe de outras vida… Descobriu que o rapaz é uma pessoa renomada , pensou talvez jamais olharia para ela de novo, não  daquele jeito, foi um momento estranho relembrou antes de deitar, mas o sono a possuía tão fortemente que nem  concluiu o pensamento e apagou na profundeza do sono… image O Pesadelo Akitvedanta retorna… Dessa vez Lilinha vê Mayla sua inimiga, detestável e arrogante  vestida de capa preta, parecia maçônica, muitos homens reunidos, uma luz avermelhada pairava no ambiente. image Lilinha olhava como se estivesse em um andar acima, numa espécie de palácio. image De repente chega o epicospado mas ele é o Edguy, ele beija Mayla, Lilinha se recusa a olhar e ver que seu anjo de alma pura se submete aquela mulher esvaziada de si… E fecha seus olhos deseja que haja justiça, afinal Mayla é casada tem um filho pequeno e um marido, até onde Lilinha sabe… Lilinha se recusa aceitar chorando porque Edguy é seu anjo jovem, bonito o tipo de homem que qualquer mulher desejaria casar e Lilinha sonhava com isso mesmo que fosse só sonho não queria perder seu sonho, não dessa forma. Lilinha e Edguy são jovens solteiros quase a mesma idade, tem afinidades em comum poderiam construir uma linda família juntos, isso não era justo Lilinha pensava. Tudo bem que talvez poderia acontecer de Edguy não compartilhar desse sonho, mas dessa forma Lilinha não conseguia acreditar e muito menos aceitar.. E ainda sua inimiga Mayla era bem mais velha que ele, estava conservada, mas ela sugava a juventude dele com aparência enrrugada ! image … Mas aquela mulher que se pousara de santa ousou a falar  da falta de pudor de Lilinha, agora tem affair com Edguy, um garoto! Lilinha se enoja tanto, sente vertigem pela altura que vê a cena e pelo fato. De repente as Luzes irradiam com força, o teto do palácio se abre. image Edguy e Mayla estão dentro de um círculo de fogo. image Todos os homens em volta, e são muitos porque são os escolhidos, eles dizem palavras em línguas diversas. image O incrível para Lilinha é que ela consegue entende-los perfeitamente, como isso? Lilinha mal arriscava inglês e ainda errava o português, fica tão surpreendida que dispersa, mas se dá conta que é um julgamento, as palavras ofensivas pesam contra eles… Lilinha ouve um choro de bebê é o filho de Mayla, não o conhece mas sente e tem certeza que é ele… Vê que nessa hora sua inimiga grita “não meu bebê não, você não pode levá-lo “, mas ela está presa com Edguy no círculo de fogo não pode sair, o homem de capa preta carrega o bebê para fim do palácio, Lilinha nunca o viu mas sabe que o homem era marido de Mayla, sentia o ódio dele como se estivesse dentro de seu coração, era raiva cega! … Edguy está rendido ao chão, prefere se render ao ter que ver uma mãe sendo separada do filho e por se sentir culpado se rende, é tirado do círculo e torturado. image Lilinha não  aguenta ver essa situação e levita para clamar justiça, parece estar voando, seu corpo se irradia tem um poder tão forte que evoca o bebê e o devolve para Mayla. image Em levitação, o bebê , flutua entre o salão. image image Lilinha liberta Edguy das amordaças e apaga o círculo de fogo só com  o pensamento em levitação. image O Marido de sua inimiga se revolta ao ver que é Lilinha, que os libertam, ele evoca a palavra indizível e arremessa Lilinha na parede do palácio. image Nisso os escolhidos a volta, se revoltam com a atitude do homem, é como se os escolhidos já soubessem que Lilinha era a escolhida entre 144000, e portanto a redentora por transitar entre vida/morte, nenhum relés pode tocá-la, ao menos que Lilinha permita. image Lilinha desperta levemente machucada sabe que a dor do homem a tocara por isso ele a atingiu. image Lilinha o faz levitar com poder de um olhar e lhe transmite sua dor também, que sentira após ver que Edguy e Mayla estavam juntos , mas ao ver a dor do julgamento, Lilinha se sentiu incapaz de julgá-los com seu ódio, pois seu amor e ódio não poderia passar o limite do outro, não poderia querer que sua frustração destruísse o amor alheio, transmitiu sua paz a esse marido e foi com tanta força que Lilinha desfaleceu de fraqueza. image Os escolhidos pegaram Lilinha no colo e colocaram  num berço de ouro, Lilinha se tornara um bebê e renasceria mais pura ainda, quando soasse seu primeiro grito de choro, para reinar sobre trono do conhecimento e beleza da alma ao lado do escolhido, aquele que  é dono da fonte do conhecimento mas nunca conheceu a beleza real da vida… image image Nunca bebeu da real fonte de conhecimento da vida… Mas Lilinha tem a missão de o fazê-lo beber… “LILINHA ACORDA! TUDO FOI SÓ UM SONHO, NÃO TEM QUE TER MEDO DAS SUAS REAIS FANTASIA SE MANIFESTAR EM REALIDADE DE SONHO, EIS PURA E GENEROSA VAI SE SAIR BEM DESSA. ANTES QUE A MÚSICA PARE DE TOCAR ACORDE E SE ENTREGUE AO JOGO DA VIDA NOVAMENTE ! Não  é sua hora ainda, pequena Lilinha, desperte porque seu mundo ainda não girou em 360°, mas vai girar se prepare”! Lilinha acorda com essa voz na cabeça, pretende nem pensar em nada pois está quase atrasada pra ir trabalhar… Mas ao caminhar para seu emprego, Lilinha lembra que muitos de seu sonho já se realizaram, outras vezes, não com toda essa fantasia, mais aquilo que dentro do real era possível já aconteceu. Sentiu extremamente deprimida por nada poder fazer diante da paixão e do amor do outro, perderia a força para lutar por qualquer coisa que nem sabe se podia ser seu… Entra no shopping com guarda chuva aberto e nem se dá conta, de tanto que esse sonho a distraía … poderia se tornar real? Lilinha não sabe mas já viu o impossível de seus outros sonhos acontecer… Sofre por antecedência, pois dentre os homens que imaginava ao seu lado o “resto da vida” , de todos que já conhecera, o Edguy era o único que ela chegou a pensar, que sim ele poderia ocupar esse lugar, de tantos namorados entre outros, Edguy foi o único que despertou esse pensamento de “para sempre”, ao lado dele sentia como se tudo pudesse durar para eternidade… O verdadeiro episcopado Edguy era! Enfrentar essa realidade para Lilinha, a coloca no labirinto de fuga novamente, não quer enxergar mais nada, o futuro não lhe convém agora, que seja tudo fantasia, que a realidade possa fugir do que se prevê, que os caminhos sejam desviados pela força do bem do universo que hoje é só seu, ajudem com corrente de pensamento ao contrário mudem o destino da pequena Akitvedanta, é necessário uma nova história antes que a música pare de tocar…. image

Anúncios

Overdose em Incubus (Proibido para menores de idade)

deus_deusaQuando as pessoas vão a Deus por cultos religiosos, elas dão o que há em seu interior, dão suas purezas, o que lhe há de mais puro: sua alma, que é a rosa que incubus e sucubus mais desejam possuir e o sacrificio está feito sem derramar um gota de sangue. Incubus e Sucubus conseguem o que querem…
Mas tudo isso é só um sonho, Lilinha, acorde! Acorde a tempo! Não permita que incubus penetre sua alma com um sonho!
Se ele chegar a consumar o seu desejo de ápice de orgasmo Lilinha perderá sua alma.
E Incubus deixará seu corpo molhado de suor, com febre de maior grau e orgias sexuais na sua mente, que se espalhará com tanta força e intensidade que Lilinha perderá o controle, a ponto de desejar transar até com Jesus Cristo pra sentir o amor de sua fé, em seu corpo e provar a penetração do homem mais puro, deitada com Jesus em cima da cruz do fogo, a um passo do inferno. Sentir a dor que Jesus sentiu em cada penetrada, com a estalada do chicote em sua mente, o calor do seu sangue derramando com o de Jesus e o sacrificio estará feito. Derrama-se o vinho sobre o pecado da alma que lhe corrompeu, alimenta Incubus e Sucubus com a consumação do pecado. E quem poderá negar que Lilinha casou-se com Jesus e almeja desta mesma forma chegar à Deus?imagesv
Foi o seu professor que fez Lilinha sonhar todo dia com isso. Os orgasmos era tão divinos e ele seu professor vestia todos os pápeis, tão bem, que chegava ao Divino pelas sensações tornando para ela (o seu Professor) o seu próprio Deus.
Mas tudo foi só um sonho ou pesadelo provocado por desejo de Incubus ou por seu próprio Deus (O Professor)?
Lilinha não sabe,acorda fraca e confusa, será que sua alma foi possuída por Incubus ou por Deus?
Reflete muito sobre isso e sobre o que causa o encontro de sua alma com a do Professor, e questiona-se sobre o que o encontro dessas duas alma provoca. Somente esse encontro poderá revelar, e diante da sensação constante, onde uma alma sente enquanto a outra só sente o chão estremecer com o desejo, uma flutua enquanto a outra nem saiu do chão. O que se esconde em silêncio em Lilinha se revela aos poucos, em palavras pecaminosas e perversões inaceitáveis para a palavra Amor e realidade, mas no sonho tudo é permitido até se deitar com Deus (o Seu Professor). hqdefault
Lilinha tem um insight: lembra que adora ver seu Professor com barba, pois ele fica com estilo rústico, de homem das cavernas, que é bruto, porém intelectual, de alma bondosa e olhar puro, e Lilinha pensa que, talvez por isso, no sonho, ele vem com essa imagem na forma de Jesus Cristo. E quando seu Professor está sem barba, ele tem rosto jovial igual a de um bebê carente, mas tão sedutor,envolvente, com aquele olhar malicioso para seus seios, que parece que lhe rasga seu sutiã e lhe tira a calcinha só com os olhos, enquanto suas mãos e pênis a penetram e dominam seu corpo. Jorrando o leite em sua boca que se lambuza e sacia a fome do desejo com muitas orgias. E então o Professor assume o papel de Incubus nesta forma em seu sonho. E Deus o qual Lilinha almeja atingir, é a junção deste dois, que é tão, tão, tão divino que ofusca seus olhos, como uma luz forte, que desperta Lilinha toda noite deste sonho, molhada de suor, desejo e tomada pelo calor enlouquecedor de seu corpo.
Atingiu ápice da quase overdose de desejo… Mas estando seu corpo vivo, mesmo sem alma, não há overdose que predomine, se almas estão entrelaçadas no desejo e os corpos separados pela realidade, que se desfazem em apenas lágrimas.

casalagua