Dane-se as crônicas de seus contos de sexo

Lilinha Overdose sendo Catártica ou Sarcástica  Lilinha Overdose tem ódio e resolveu expurgar em nota no blog:

 Aquele estilo típicos de roqueiro sujo, que faz show por trocados,  não sabe cantar faz cover. Monte de groupies querendo se sentir “Groupies são comumente conhecidas por seguir, idolatrar e fazer sexo com os seus Rock Stars Favoritos. O site GroupieDirt.com reuniu vários destes relatos íntimos e fala os grandes podres por trás da vida sexual de vários astros da música”…

Engraçado que não vi parte Rock Star na cama, nem no show… Soltou minha mão foi viver seu mundo, senti sua indiferença de estrelinha, pela milésima e ultima, visitou minha cama e partiu pela tarde, um compromisso de carona pro inferno… Eu que me preocupei com seu coração quando ele quase parou, fui de encontro mais rápido possível em ritmo frenético pra te encontrar correndo preocupada, chego em sua casa deitado no colo desses tipinhos “groupies” de banda cover…

linhas-de-metrc3b4-2016-l18-bronzeAndei lendo seus post e lá está: para escolher os temas de livro de suas crônicas você debate e questiona com amgs, ri e se diverte mtos apoio pra vc contar sua lista enorme de compulsivo por sexo…sexo? Lista dos seus fodas!!!! Pensei você não é nem louco assim!!! To sabendo… Raiva me domina acendo cigarro, lembro das noites que cedi minha cama, meu calor, meu amor amg, sei que no começo a curiosidade de  Ninfa experimentar como é sair com compulsivo sexual foi intrigante, até porque sabia lado ninfa que fui, queria sentir oposto lado do sátiro, mas eu estava com raiva mortal do meu ex que provavelmente começou me trair no seu show… Vc sabe porquê? Por morrer de ciúmes de vc aquele imbecil, pois tudo a perder…até então éramos somente amigos eu e vc , mas ele me jogou seu braços aquele demoninho e fui na raiva… Dps eu fiquei analisando seu desempenho sexual, a forma no começo, que a possibilidade do ato sexual entre nós iria ocorrer e  se aproximava, você  transparecia fogo que queimava …tantos anos de apenas amizade, eu sabia do seu método predador, eu sabia suas artimanhas, no começo não estava nem ai de cair na garras do lobo mau, já que tinha raiva, raiva do outro, raiva de vc, por se aproveitar daqle momento fragilidade pra se valer do título da conquista , devorando a carne como um canibal, as estreitas do bote, se deliciava,  eu vi no seus olhos, o completar figurinha do álbum! Mas vi também desejo ardente, lembrava do primeiro dia que conheci sua mãe, ela falava que dez palavra q vc dizia as 10 tinha meu nome, pareceu tão sincero que nunca esqueci esse momento.

Vc tocava pra mim aqla noite eu via as groupies me fuzilava e me fuzilam até hj. Bem uns 4 anos me cercando, me rondando a espera desse momento, já sabia de tudo isso, não  era inocente, eu era a raiva e ódio com sede de vingança, ñ contra meu ex que me traia, mas contra minha alma que desejava vingar-me mesmo que isso para outro traidor não ocasionasse o mínimo impacto, eu não me importava nem se ele ia saber…. Era por mim!!!

E tempo passou raiva cessou e passei sentir nada , tanto fazia ter vc, tão pouco me importava, era indiferente, mas eu te amava demais como amigo, era confortável te ter, depois a análise do seu comportamento com meu de ninfa estava se tornando distante, me deixava no controle, equilibrava a balança… Quando me dei conta disso teria passado mais de um ano… Estávamos nisso sem frequência lógica sem cobrança, eu nunca ia no seu show, não participava de nada, não era pelo rock sempre amei, mas era libertinagem que rondava pelo seu lado, a falta de vontade também de sair, nunca fui enérgica como vc, quando fui a primeira vez, já era quase um ano e meio de casos,atos e sexo… No show senti como se seu mundo me invadisse, eu sentia seu filho no meu útero, eu bebia por que naquela cena não tinha espaço pra família que minimamente idealizei, mas não!com vc não tinha espaço que eu queria, era os anos pesando, senti tontura quis ir embora, me despedi na loucura do seu cover.

Cheguei em casa e abortei essa cena, família ? tava louca nunca senti por você amor que desejei. Sangrei não sei por qual motivo! Por entre as pernas! Ou pelo tanto de sexo que pensava que vc iria fazer com outras em 10 anos de casamento…..tanto de  sangue que escorreu… Que a hemorragia da alma interna  espiritual e vaginal parou….

Era mais uma fantasia o fato de seu desejo, parecer sincero e mentiroso me aguçava curiosidade de saber se vc me amava, ou me usava, jogava comigo, porque vc sempre se refugiava em mim e eu em você… E mais meses passaram.. Hoje resolvi olhar seu post pra ver se tava tudo bem, queria te pedir pra vir como sempre costumamos fazer, mas nos últimos tempo tenho evitado porque a medida que eu queria gostar de você eu também queria desfazer nossa relação sermos só amigos, mas hoje li seu post e senti raiva pq eu vi que vc começou a contar seu casos sexuais e quando chegar em mim? O que vou fazer ao ler sobre meus atos saber como foi pra vc, saber que não tenho nada de especial e mágico como pensava antes de você me foder, eu me sentia diferente especial antes, agora me sinto como todas elas, nada especial, pior por saber como ninfa que jogo de sedução e forma de poder de envolver é tudo parte do  ato compulsivo, o meu jogo parei antes de vc roqueiro sujo!!! Por barganha quando era feliz com quem eu achava q era o homem da minha vida, me senti obrigada a trocar compulsão sexual  por compulsão em comprar, ele me completava totalmente não sentia mas vontade de arriscar perder ele e nem de sair com mais ninguém, mas acabou relação, eu morri sexualmente como ninfa, e com a relação, o jogo acabou, mas eu lembrava como era antes mas não queria isso pra mim, mantive a mudança mesmo estando duas vezes morta por matar a ninfa que tinha em mim, por amor, por ter que depois matar aquele amor em mim, então no outro turbilhão da vida dps de passar tanto tempo, eu estava ali entregando a ninfa morta ao sátiro vivo.

Mas voltando a hoje o ódio,ao ver que vc tá mesmo disposto a contar seus fodas me abalou sei que demoraria talvez eternidade a chegar em mim, pela quantidade da ordem da fila, me revoltei não quero ler sobre isso, não quero nem imaginar como você descreve como eu ” trepo”, como a ninfa morta faz, como foi pra vc em relatos melosos como o que li hoje, senti nojo, não quero que minha vez chegue, como pode querer expor, exponho eu então primeiro!

Me vejo sabe sendo não honesta, fingi gostar, pra ver sua reação, descobri que você não gostava de mim nem eu de vc, só nos acomodamos no sexo, na verdade sua parte se tornou confusa quando penetrou em mim pela ultima vez umas semanas passadas,não sei ali o que é jogo o que é verdadeiro, não sei  os sentimentos, só sei as destruições do seu som da pesada!

Uma vez eu falava sem parar eu olhava pra televisão e de repente mto rápido olhei pra vc, que me admirava e parecia me babar, eu vi amor, foi momento que desviei os olhos e fingi que nada tava acontecendo, que não tinha percebido, mas vc ficou meio sem graça fez cara “-tipo cara ela sacou agora ferrou!”

E isso passou, hoje entendi porque as groupies expõe seus casos acho que senti o ódio delas, me senti no lugar delas, eu que evitava ser uma, acabei no mesmo caminho, a diferença delas é super Star rock uaalaalalal que diferença entre as merdas!

Groupie de cover com risco de o cara expor, qualquer momento intimidades, espero q ele esteja na ordem cronológica de inicio assim tenho chance de livrar desse maldita crônica! Se eu fosse Courtney Love teria puxado gatilho e pulado fora também, esses roqueiros são seus próprios sons em estrago em suas vidas! Ensurdecem nossa alma com tanto barulho! Mas eu prefiro método de Gandhi não a violência, dieta sexual também de Gandhi quando você meu Bab’s roqueiro sujo aparecer!!!

Ai esqueço tudo e me desconcerto no som barulhento do rock n’roll e sexo! Apago cigarro e vamos a cama a ninfa morta e sátiro vivo! Dps acordamos faço café, com apenas comidas que vc pode comer, tento dar meu carinho no café, fazer daquele momento , o único que parece de uma relação normal entre casais onde se despede com beijo pra ir trabalhar. Sempre penso que seria ultima vez, que depois da despedida estarei decidida encontrar meu amor, mas ai vc meu roqueiro sujo não invade tanto é tão bom estar na sua ausência por uns tempos, quanto sua presença sexual nos bastidores de intervalo do seu rock n’roll.

😎🤘🏼👯👯👯🔫🚬☠🚫✅

Quando isso acaba? Se quando ele vai embora sinto falta só naquele momento, depois esqueço e lembro só quando desejo da ninfa morta aperta e dps ele sempre volta mesmo sedento por um momento a mais, eu me deixo levar pelo barulho que sua persona rock me traz e me tira do silencio da minha solidão e do cochicho do ecoar da minha própria voz!

Sid Nancy.jpg

Anúncios

Faça-se Lililinha… e Lilinha se fez! ” Shruti”

Imagem

ŚhrutiSanskrit श्रुति IAST śrúti hearing or listening

Para realizar um pensamento é preciso falar, dessa forma verbaliza-se o desejo da mente e ele se materializa, foi o que Lilinha fez começou a falar seus pensamentos e eles começaram se traduzindo em palavras, ações, movimentos, materializando-se em sua frente. Pouco a pouco Lilinha fez sua história, construindo-se desses pensamentos que aos poucos se tornaram reais…
Lilinha Persona de sua própria história está no controle de seus atos, mas a medida que seus pensamentos se tornam reais, ela perde o controle sobre seu próprio pensar, para os pensamentos intrusivos que lhe adentram com força. Sua realidade se perdeu , o controle não funciona mais…e quem será que estava produzindo pensamentos invasivos senão ela? quem teria o controle de sua mente agora? Doce menina deseja se desligar por um momento, mas o controle estando em outras mãos isso não seria possível.
Desejando ter o controle de si própria, se perdeu em pensamentos, agora o intruso reside na sua mente.. e como retomá-la? Já nem sabe mais… Adormece ao cansar dos intrusos que lhe corrói a mente,  entra no quadro de pierrô… e sonha incansávelmente…
No caminho do trabalho para no farol espera o sinal pensa sobre o tema de trabalho de conclusão do curso, olha as pessoas as suas volta e imagina o que elas pensam naquele instante, qual seus destinos?… Ainda a espera da luz do farol mudar, reflete consigo mesma:
“Procuro tanto sobre a morte, pesquiso tanto sobre ela, é uma curiosidade infinita eis que um dia dou de cara com ela… que angústia!Se ela interromper minha pesquisa antes de concluí-la?  Se ela me pregar um susto… essa morte é tão arteira não dá nem pra cogitar fugir dela, então vou deixar ela me envolver em seus braços, sentir seu calor e esperar seu beijo de morte, espero ter sorte que essa me permita a conhecê-la melhor até criar intimidade para isso… deitar com a morte e não acordar jamais, não é tarefa fácil!”.

Shruti

O farol abre Lilinha atravessa a rua, em sua passarela diária, pensando que se ela não verbalizar com a morte logo, nada irá criar… a Morte de Lilinha no momento era mais do que a própria morte, era também junto o autor referência de seu trabalho de conclusão de curso, que conheceu atrevidamente e ineditamente em situações de trabalho… seria o destino? Pensa que esse foi o melhor presente que ganhara em toda sua vida, diante do pesadelo de estresse que vivia era glória dos céus!!!…………….
Lilinha o chama de  Sr. Morte também, pois sua velhice está em avanço, ela já sente o cheiro de carne decomposta no amável velhinho, (decomposta porque Lilinha sempre pensa sarcasticamente que humanos são carnes que vão se decompondo-se ao longo da vida, por isso se não tomam banho fedem a carniça, pois odor da morte nos acompanha a cada dia, é preciso muito perfume e desodorante para esconder esse fedor, porém ninguém está livre dele… é cético, frio e sem romantismo mas acreditem, é Lilinha pensando quando não está amando) VOLTANDO> Porém Lilinha vibra com o Sr. Morte , ela o adora, idolatra e venera nunca foi tão bem tratada por uma pessoa renomada, sim Sr. Morte era de uma áurea generosa contagiante , e jamais Lilinha podia imaginar que aquele senhor Renomado que apelidou de Sr. Morte ( por ele ser um estudioso sobre a Morte também) abriria um espaço em sua vida e consultório para lhe ajudar em seu TCC(trabalho conclusão de curso),não era mais trevas seus dias, era Luz!
E a atrevida Lilinha atravessa a rua toda pomposa…
Percebeu em sua lentificação, um senhor no bar lhe observando, ela encara ele, pensa conhecê-lo porém aproximando-se mais desiste da ideia e segue.
Após horas de trabalho no ócio do oficio, já não lhe aguenta mais de tédio, um colega de trabalho lhe fala” eli eli lamá sabactâni”, Lilinha curiosa pergunta o que significa, ele sugere que pesquise na internet e ela não perde tempo, Lilinha descobre que foi as últimas palavras de Jesus crucificado perto da nona hora, clama o “Pai”. Imagem

Lilinha acha magnifico… Ele tão próximo da morte clama para não ser beijado… desejando que seu pai lhe salva… que pai era esse um desconhecido ou “Deus”? Quem naquela época poderia lhe salvar fora Deus, talvez o Deus humano nomeado na terra… seria Jesus um filho de algum Rei daquela época? Lilinha pouco se importa com essa história, o que deseja são suas últimas palavras, as últimas palavras de uma mente eternizada na história, tantas coisas na mente porque alguém questionaria um abono de “Pai”, sendo Cristão, se sua morada é com Deus, seu pai não era Deus, o que encontraria após a morte no céu?
Parece que existia realmente um conflito paternal e existencial em Jesus, sobre a sua verdade paternal, por isso em últimos minutos lhe confessa sua angústia de morte… Mas não lhe tiro o sagrado pois se ele foi filho do pecado, sua mãe pagou o preço que devia e tornou santo um homem feito do pecado e purificado em seus dias, eís um homem santificado, seu sangue derramado por uma nação e isso ninguém pode negar que foi um legitimo filho de Deus!
Parece que a morte nos desperta a nossa angústia de uma vida inteira, é isso que atraiu Lilinha na últimas palavras de Jesus, mesmo que isso fere uma índole de alguém tão sagrado para Lilinha, afinal a mocinha já ajoelhou sobre o corpo de cristo em um surto de desespero e lhe pediu com todo seu coração a força para se levantar do chão…pois seus dias eram trevas nessa época…Não!Não!Não,não era isso que Lilinha queria de jeito nenhum preferia a história como ela é e sempre foi, nada de mexer nisso preferia continuar alienada em sua religião não queria mais ser uma alma pagã, sabe o quanto isso lhe custou na vida amava Jesus mesmo sendo uma rebelde e irreligiosa sem causa… Mas o ponto final de sua questão é que o homem clama em suas últimas palavras, sua principal angústia de toda sua vida e era isso antes do beija da morte, então a pista final é liberação de sua última angustia verbalizada e materializada em palavras que vem do mais fundo de sua alma… é emocionante e Lilinha vibra e se emociona com essa verdade revelada tão pitorescamente…
E segue buscando mais, até que pronto! Se perde no conteúdo da internet e dispersa para outro mundo, entra em uma tremenda Rosa Cruz em plena via-Crucis e ao final se surpreende ao ver a foto de um autor em um site qualquer, o velhinho que vira logo cedo ao atravessar a rua ou era a cópia idêntica do autor que estava no site ou era o próprio… ficou tão intrigada mas nada conseguia juntar desses fatos, sua mente estava cansada de verbalizar pensamentos e ele se realizarem. Chega de Materializar! Chega!! Deixa tudo, né Lilinha, ser fantasia ou criação de sua mente! Que tipo de overdose é a morte? Tem gosto de medo, cheiro de flor-da-angústia-de-morte e sabor de segredo… “SHRUTI”

Imagem

 

Tradução de palavras mágicas usadas no blog

Palavra mágica de Lilinha:

  • “Akitvedanta” palavra fictícia criada pela personagem Lilinha Overdose significa “quem tem o conhecimento em essência”
    akit (húngaro)=”quem”
    vedanta (hindu)= veda = “conhecimento” + anta = “fim, conclusão”: “o ápice do conhecimento” ou “adendo aos Vedas” ou veda = “conhecimento” + anta = “essência”, “centro”, ou “dentro”: “a essência dos Vedas”.
  • Shruti (do Sânscrito “aquilo que é ouvido”) é um cânon de escrituras hindus (fonte:pt.wikipedia.org/wiki/Shruti )